Ex-agente da CIA: Estado Profundo Quer Remover Trump da Presidência.

Por fórum anti nova ordem mundial e Diário de Notícias (Portugal) reproduzido e editado p/ Cimberley Cáspio.

O presidente não pode ser controlado e está lutando contra o governo das sombras, diz o denunciante

O presidente Trump está abalando o Estado Profundo de tal maneira que eles pediram que as mídias corporativas o ataquem sem parar, de acordo com o ex-oficial da CIA, Kevin Shipp.

Donald Trump está questionando o Estado Profundo e o governo das sombras“, disse Shipp em entrevista ao USAWatchdog no domingo.

Ele está balançando esse lugar para a esquerda e para a direita. A mídia está aterrorizada com isso. Seus editores estão dizendo para atacá-lo exatamente como eles estão atacando-o por dentro. É um jogo sujo porque eles querem que ele seja retirado“.

Shipp elaborou a infra-estrutura do Estado Profundo e aparatos do governo das sombras dentro do governo para explicar como eles podem atrás de um presidente em exercício sem supervisão.

Eu estabeleço diferenças entre o “Estado Profundo” e o governo das sombras. O governo das sombras são as agências secretas de inteligência que têm tal poder e sigilo que agem mesmo sem o conhecimento do Congresso“, afirmou.

Há muitas coisas que eles fazem impunemente. Depois, há o “Estado Profundo”, que é o complexo industrial militar, todas as corporações industriais e seus lobistas, e eles têm todo o dinheiro, poder e ganância que dão todo o dinheiro aos senadores e congressistas. Então, eles estão conectados, mas eles são realmente duas entidades diferentes. É o governo das sombras. . . especificamente, a CIA, que está indo atrás de Donald Trump. A CIA está aterrorizada que algumas das suas relações sejam expostas. Se as relações forem expostas, isso poderia comprometer toda a organização”.

Shipp surgiu anteriormente da obscuridade para denunciar o Estado Profundo em setembro, advertindo que a CIA e a NSA são o “núcleo” central do governo das sombras que pode manipular o presidente e as decisões políticas, e que tem o poder de iniciar guerras, tortura, iniciar golpes e cometer ataques de bandeira falsa.

E no aeroporto JFK em Nova York,  outro ex-agente da CIA, Jerry ChunShing Lee que residia em Hong Kong,  foi interceptado e detido.

Um antigo agente da Agência Central de Informações (CIA) dos EUA foi detido na segunda-feira, sob acusação de posse ilegal de informação classificada que afeta a segurança nacional do país.

A informação foi divulgada hoje pelo Departamento de Justiça, que, em comunicado, adiantou que o detido é Jerry Chun Shing Lee, um norte-americano naturalizado que residia em Hong Kong, China, e que a detenção ocorreu na última hora do dia à sua chegada ao aeroporto internacional nova-iorquino John F. Kennedy.

Lee começou a trabalhar para a CIA em 1994, o que lhe deu acesso a numerosos documentos classificados como “muito secreto”.

Em agosto de 2012, o acusado e a sua família abandonaram Hong Kong para regressar aos EUA. Antes de se mudarem definitivamente, os Lee ficaram em hotéis nos Estados do Havai e Virgínia, onde agentes da polícia federal (FBI, na sigla em inglês) investigaram o ex-agente.

Durante as suas buscas, os polícias encontraram nos pertences de Lee dois bloco-notas em que o acusado tinha apontado informação relativa a empregados da CIA, incluindo dados como os seus nomes verdadeiros ou números de telefone.

Os apontamentos incluíam ainda detalhes sobre pontos de encontro e casas seguras para os agentes da CIA.

Se for declarado culpado, Lee, que compareceu hoje num tribunal de Nova Iorque, enfrenta uma condenação de até dez anos de prisão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s