200 MIL EMPREGOS NO SETOR DE ENERGIA EÓLICA, EM 52 CARREIRAS.

Por O Estadão – reproduzido e editado p/Cimberley Cáspio

A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) estima que até 2026 a cadeia eólica possa gerar aproximadamente 200 mil novos empregos diretos e indiretos. É como se metade da população de Florianópolis, capital de Santa Catarina, estivesse trabalhando no setor.

Segundo o estudo da ABDI, existem carreiras para todos os graus de formação. “A cadeia eólica precisa de profissionais que tenham apenas o ensino médio e fundamental, como é o caso de montadores e motoristas, mas contempla também os altos graus de formação, como engenheiros aeroespaciais, onde a pós-graduação e especialização são pré-requisitos para a contratação”, explica Guto Ferreira – presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI).

ENERGIA

ONDE ESTÃO OS EMPREGOS

A maioria dos parques eólicos do Brasil está no Nordeste. O Rio Grande do Norte e a Bahia lideram o ranking com 135 e 93 parques, respectivamente.

Outros sete estados da região concentram 184 parques de torres eólicas. O Sul também apresenta parte considerável da geração. Na região estão 95 parques, sendo a maioria no Rio Grande do Sul (80).

Isso não significa que os empregos estejam somente nessas regiões. “Uma torre instalada no Rio Grande do Norte gera empregos mais perenes para a população local, na fase de operação e manutenção.

Entretanto, o desenvolvimento do projeto pode ocorrer em um escritório em São Paulo, e os componentes das torres são construídos em Pernambuco, Minas Gerais e Santa Catarina”.

Guto Ferreira também explica que durante a construção são geradas muitas vagas temporárias, empregando locais e pessoas de outras regiões. A cadeia eólica não para por aí. A ABDI mapeou mais de 400 empresas envolvidas, entre fabricantes, fornecedoras de peças e prestadoras de serviço.

Os construtores de pás exemplificam a capilaridade das indústrias que trabalham com vento. São apenas quatro no Brasil, mas em estados diferentes – Ceará, Pernambuco, Bahia e São Paulo.

PROFISSÕES POR GRUPO DE TRABALHO

Construção e Montagem

– Engenheiro Civil

– Engenheiro de Projetos

– Engenheiro de Qualidade; (podendo considerar ainda Engenheiro de Segurança)

– Engenheiro eletricista (e afins)

– Engenheiro Mecânico

– Especialista em prospecção de áreas

– Gerente de Obras; Gerente de Construção

– Gerente de Projeto

– Operadores de Equipamentos (de construção)

– Técnico em meteorologia

– Trabalhadores em geral (de construção)

carreiras-eolica

Desenvolvimento de Projetos

– Consultor Ambiental; Engenheiro Ambiental (mas podem ser considerardos também: Biologo, Arqueólogo e Geólogo)

– Engenheiro Civil

– Engenheiro de Projetos

– Engenheiro de Qualidade; (podendo considerar ainda Engenheiro de Segurança)

– Engenheiro de Sistemas Elétricos; Engenheiro de Transmissão Elétrica

– Especialista em prospecção de áreas

– Especialista em recurso (eólico)

– Especialista em regulação

– Gerente de Negócios; Gerente Comercial; Negociador

– Gerente Financeiro

– Técnico em meteorologia

Ensino e Pesquisa

– Gerente de Desenvolvimento e Treinamento; Gerente de Recursos Humanos

– Instrutor Técnico; Instrutor de Ensino Profissionalizante

– Pesquisador

– Pesquisador em economia

– Pesquisador Engenheiro

– Professor Universitário

Manufatura

– Advogado

– Engenheiro Aeroespacial

– Engenheiro de Produção; Engenheiro Industrial

– Engenheiro de Qualidade; (podendo considerar ainda Engenheiro de Segurança)

– Engenheiro de Vendas; Gerente comercial

– Engenheiro eletricista (e afins)

– Especialista em Logística

– Engenheiro Projetista (Engenheiro Mecânico)

– Gerente de Engenharia; Gerente de P&D

– Gerente de Suprimentos; Gerente de Supply Chain; Gerente de Compras

– Montador e Operador de Linha de Produção

– Motorista de caminhão

– Pesquisador Engenheiro

– Trabalhadores em geral – montagem do aerogerador no parque

– Vendedor

Operação e Manutenção
– Advogado

– Engenheiro de Qualidade; (podendo considerar ainda Engenheiro de Segurança)

– Engenheiro eletricista (e afins)

– Engenheiro Mecânico

– Gerente de Ativos; Administrador (de Ativos)

– Gerente de Planta; Gerente de Operação e Manutenção ; Gerente de Parque Eólico

– Técnico em meteorologia

– Técnico em Operação e Manutenção de Parques Eólicos

– Tecnólogo em meio ambiente; Técnico de controle de meio ambiente

Link: http://www.neomondo.org.br/200-mil-empregos-no-setor-de-energia-eolica-em-52-carreiras-veja-como-entrar-neste-mercado/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s