Caçada ao Janjaweed!

Por Cimberley Cáspio

[Imagem: images?q=tbn:ANd9GcQQQ7_lFBlwKRsTxyIt38c...VwJl0i-Qcq]

Após a segunda guerra mundial, autoridades nazistas foram presas, julgadas, condenadas à prisão, ou, à morte; outros nazistas foram caçados na Europa e na América. Alguns foram de forma cinematográfica sequestrados e levados a julgamento em Israel; outros conseguiram escapar, ou morreram antes do contato.

Enfim, a acusação aos nazistas referia-se ao genocídio de milhões de judeus, e todo ano, há uma data específica, em que os judeus celebram à memória dos mortos nos campos de concentração nazista na Europa em 1945. Justo, justíssimo.

Mas, e os mortos de Darfur, grande parte crianças, bebês, idosos, estupros, sequestro de crianças e morte pelo fogo em cabanas em chamas provocadas pela diabólica milícia do governo sudanês, Janjaweed (demônios montados a cavalo)? Também chegou ao alarmante número de 2 milhões, entre mortos e feridos gravemente, inclusive a golpes de facão, isso inclui crianças, bebês, mulheres e idosos.

Muito embora a ONU tenha todas as provas documentadas, e os governos sudaneses, Sudão e Sudão do Sul, neguem participação no genocídio, a comunidade internacional não tem dado tanta atenção. Por que será? São pretos e extremamente pobres? Não são judeus? O que está acontecendo? Os judeus são raça de primeira grandeza e os milhares de africanos mortos e feridos a golpes de facão são raça de quinta categoria? Vida de preto e africano é desprezível, a ponto da ONU não se dispor a iniciar uma caçada internacional aos membros da demoníaca milícia Janjaweed?

O filme Darfur: Deserto de Sangue, denuncia de forma clara, a prática covarde da milícia Janjaweed na ação nefasta de matar vidas indefesas, principalmente crianças maiores e bebês. A denúncia retratada no filme, é a realidade nua e crua dessa catástrofe humana. Em alguns casos, colocavam mulheres e crianças vivas dentro de uma cabana e incendiavam.  A água para  beber e cozinhar era envenenada. Tudo foi real.

E o curioso é que os Janjaweed não combatiam combatentes opostos armados, e só investiam contra cidadão indefesos. Genocídio aprovado e consentido pela autoridade sudanesa.

Todo esse genocídio por que? As tribos estavam assentadas em uma região rica em petróleo e outros minerais, e castigada pela seca e falta d’água. Mesmo assim, não sairiam dali, terra de seus ancestrais. Mas o governo sudanês sabia o que queria, e fez da forma mais trágica e cruel a remoção. Através dos Janjaweed e bombardeios aéreos com bombas químicas, exatamente isso, bombas químicas, sobre um povo indefeso, desarmado e despreparado pra qualquer tipo de ação guerrilheira, muitos morriam queimados por essas bombas, ou ficavam mutilados pro resto da vida. O objetivo do governo sudanês era fazer a remoção dessas tribos, independente do custo humano e moral. E com isso, as mulheres e crianças foram as maiores vítimas.

A ONU tem tentado uma intervenção em todo esse período, porém a China que importa o petróleo sudanês tem atrapalhado bastante e criado bloqueio, afinal de contas, uma intervenção internacional poderia atrapalhar os negócios de petróleo e minerais entre o governo chinês e sudanês. A ONU chegou enviar uma missão em 2014, mas fracassou.

Mas agora, o bloqueio chinês foi removido e forças internacionais já estão estacionadas perto da área em questão, inclusive o Brasil deve enviar uma força militar. Claro que a ONU tomará todo cuidado para não fracassar como aconteceu em 2014.

O título do texto é: caçada ao janjaweed! É isso que tem que acontecer! Os responsáveis diretos e indiretos no genocídio de Darfur, tem que ser presos, julgados, e condenados exemplarmente. E assim como a Alemanha paga até hoje uma verba anual à Israel, os governos do Sudão e Sudão do Sul, também devem ser obrigados a pagar uma verba por um loooongo tempo as tribos vitimadas no covarde conflito de Darfur.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s