O ataque dos EUA à Síria provou que a ONU e o papel higiênico sujo, são idênticos.

Por Blog Notícia Final – Editado p/ Cimberley Cáspio

Aqui está um comentário do TruthMonger em um artigo sobre o ataque de CW(armas químicas) encenado. Note como ele confirma o que Ziad lhe contou sobre prisioneiros estrangeiros:“O Exército Árabe Sírio com a ajuda do russo capturaram um carregamento de armas químicas destinadas a Ghouta Oriental. Estas eram armas britânicas produzidas em Porton Down, em Salisbury. Os russos suspeitam de que o incidente de Skripal está relacionado com isso ,em seus registros, Skiripal estava trabalhando em Porton Down como traficante de armas químicas em parceria com uma firma ucraniana.

Concha cheia de gás de cloro de Porton Down, Salisbury, encontrada no Leste de Ghouta com a Al Qaeda

A Rússia nega ter atacado Skripal, mas admite estar sob sua vigilância por suas atividades envolvendo apoio ao terrorismo na Síria e tráfico de armas. A Rússia também confirma que há oficiais de inteligência britânicos, americanos, israelenses e sauditas que foram capturados pelo exército sírio em uma das salas de operações fortemente fortificadas durante a invasão do exército sírio e seus aliados em Ghouta Oriental.

SAA capturando essa instalação de armas químicas foi uma grande reviravolta nos acontecimentos. Os culpados sabiam que os sírios tinham provas sobre eles agora. Estamos esperando agora para ver quem fará o quê.

Militares britânicos e israelenses capturados na Síria confirmaram que foram ordenados a realizar ataques químicos em Ghouta Oriental por seus governos. Nossas fontes na Rússia, no nível mais alto, nos disseram que o ataque estava ocorrendo com base nas informações que eles receberam de prisioneiros americanos e israelenses capturados no leste de Ghouta depois que uma tentativa de evacuação fracassou. Os anúncios de vítimas dos EUA neste esforço foram divulgados nos últimos dias como acontecendo em outras áreas para cobrir a cumplicidade dos EUA no terrorismo.

Na semana passada, o VT  recebeu de damasco evidências de que forças especiais americanos do Exército dos EUA e oficiais israelenses de armas químicas haviam sido capturados no leste de Ghouta. Fomos informados de que não apenas uma instalação de comando foi capturada com armas modernas, mas também foi apreendido um estoque de morteiros de gás venenoso de 81 mm fabricados na Grã-Bretanha, numerados na casa das centenas.

.

Uma artilharia química

Armas químicas de cloro alemãs encontradas – Conchas do Reino Unido VX (material seriamente mortal) encontradas às centenas – Especialistas britânicos em guerra química capturados pelas forças sírias. – Falhou a missão das Forças Especiais dos EUA e Israel de extrair tais especialistas, resultando na morte e captura de toda a missão. – Skripal é uma tentativa de precionar a Rússia por se recusar a facilitar a liberação das forças capturadas. A Rússia disse ao Reino Unido, através de Omã, que eles têm que conversar diretamente com a Síria. O ocidente agora está preocupado que a verdade saia do que eles realmente fizeram na Síria.

O Exército sírio capturou as seguintes bombas de gás venenoso fabricadas na Alemanha, enviadas para a Síria através da Ucrânia e da Turquia, entregues a Jeish al Islam por um helicóptero CH53, segundo declarações supostamente obtidas por interrogatórios dos prisioneiros de guerra. Esse mesmo helicóptero foi abatido e os 4 fuzileiros navais tripulantes foram mortos. Nos EUA o Pentágono divulgou que esse mesmo helicóptero sofreu uma pane e caiu na Califórnia. Isso foi dito às famílias dos militares mortos.

.

Os americanos ainda estão sendo mantidos junto com os israelenses enquanto os prisioneiros britânicos estão sendo negociados. Fontes em Damasco nos disseram que representantes de Omã em Damasco se aproximaram do Escritório Russo de Reconciliação em nome da Grã-Bretanha para o retorno do pessoal de guerra química britânico.

Sabemos que o representante norte-americano Tulsi Gabbard, do Havaí, veterano de combate do Iraque no Exército dos EUA, reuniu-se com o presidente Assad e Donald Trump, a fim de providenciar a troca secreta, por substancial consideração financeira, dos americanos capturados.


As conchas no vídeo acima são identificadas como gás VX a partir de estoques britânicos.

O recente ataque de gás na Síria, cronometrado quando os últimos terroristas se renderam para a realocação dentro da região de Douma no bolso de Ghouta, foi planejada pessoalmente pelo assessor presidencial nomeado John Bolton e pelo presidente Donald Trump pessoalmente, segundo fontes altamente confiáveis.

Tudo muito bem, tudo muito bom. Mas faltou divulgar as fotos dos prisioneiros capturados. O que confirmaria de vez a veracidade desse relatório. Mas, devido a pressa dos EUA atacarem a Síria e não permitir a investigação da OPAQ, há coisa muito podre nisso tudo apontando não só para os EUA como também para à ONU, que assim como o meu papel higiênico sujo, são idênticos.

Link: http://noticia-final.blogspot.com.br/2018/04/oficiais-de-inteligencia-britanicos.html

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s