Pacificando as Coreias, o Nobel da Paz é de Kim Jong-Un.

Por Cimberley Cáspio

 

Resultado de imagem para Foto: premio Nobel da Paz

 

Kim Jong-un, diferente do seu pai e avô, sempre gostou de  coisas boas e principalmente de propaganda. Gosta de aparecer na mídia. E a presidência da Coreia do Norte foi um presente. É um publicitário nato; inteligente, e com recursos de mídia e propaganda de dar inveja as maiores agências de publicidade do mundo.

Junto com o seu nome, colocou à Coreia do Norte em evidência e agora caminha pra joia da coroa, entrando para à história como o presidente norte-coreano da unificação e pacificação das Coreias.

Quanto ao presidente da Coreia do Sul,Moon Jae-in, na verdade, comprou à ideia de Kim e está funcionado como um cliente para à imagem positiva do líder norte-coreano no mundo. Moon Jae-in caiu numa boa armadilha publicitária, em que também é muito bom para ele. Seu nome também ficará na história da pacificação e unificação das Coreias. A paz será bom demais para o povo das Coreias, mas o premio é de Kim; soube muito bem manipular a propaganda nuclear do país para chegar muito bem chegado aonde chegou.

Por tudo que li sobre Kim Jong-Un, dá pra se ter uma ideia de que o líder norte-coreano tem um compromisso prioritário com à sua imagem e usa muito bem os recursos de mídia do país a seu favor, sabendo manipular com destreza a propaganda do país para o exterior, e a sua própria.

Diferente de Mikhail  Gorbachev , Kim Jong-Un sabe jogar na publicidade e não jogará fora essa sua grande oportunidade em que o mundo o assiste. Até Donald Trump parou para assistir esse encontro. O que mais um publicitário como Kim pode querer depois disso? É aproveitar “a grande maré” a seu favor e terminar com chave de ouro. Publicitariamente tem tudo para deixar um registro positivo do seu nome na história, assim como também, trazer à Coreia do Norte para à luz, quer dizer, a comunidade internacional.

E acontecendo tudo isso, vou me render a uma estratégia de marketing, um jogo de xadrez muito bem jogado. Kim de um lado com às pretas, e Moon Jae-in com Trump no outro lado com as brancas. Um contra dois. Nesse momento Kim Jong-Un deu xeque, na assinatura da declaração de pacificação, xeque-mate.
E terminando como todos esperam que termine, claro que o premio Nobel da Paz, deve ser entregue a Kim Jong-Un.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s