Lava Jato vai ao inferno e desvenda conta secreta de Márcio Thomaz Bastos.

Por Claudio Dantas – O Antagonista – Editado p/Cimberley Cáspio

Como revelamos dias atrás, o doleiro Marco Antônio Cursini contou à Polícia Federal que operava para o ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos. O relato explosivo consta de sua colaboração premiada, firmada em 2007 e era mantida em sigilo até hoje.

O Antagonista obteve com exclusividade os anexos da delação do doleiro, que antecipava em quase uma década o esquema de corrupção e lavagem de dinheiro descoberto pela Lava Jato.

No anexo referente ao ministro da Justiça de Lula – o mesmo que tentou negociar com a PGR um acordão para enterrar na origem as investigações do petrolão -, Cursini entrega a conta secreta de Márcio Thomaz Bastos.

O nome da conta é sugestivo: MÃE.

Quando tomou posse como ministro da Justiça, Thomaz Bastos resolveu transferir o saldo que havia lá, cerca de US$ 3 milhões, para uma conta do próprio doleiro, no Corner Bank, em Lugano.

“À época da transferência, Márcio Thomaz Bastos informou ao declarante que iria assinar, na condição de ministro de Estado, um acordo de cooperação entre Brasil e Suíça e que não gostaria de manter qualquer conta de sua titularidade não declarada naquele país.”

Até 2007, segundo Cursini, o ex-ministro já havia resgatado US$ 1 milhão, “através de vários resgates menores, sempre realizados através do funcionário de Márcio chamado Paulo”, que buscava os valores em seu escritório.

Cursini revelou ainda que, uma única vez, mandou entregar R$ 700 mil diretamente no escritório de advocacia de Márcio Thomaz Bastos, “o qual já havia se mudado para a Av. Brigadeiro Faria Lima”.

Na ocasião de sua prisão pela Operação Kaspar, o doleiro ainda mantinha sob sua guarda o equivalente a US$ 2 milhões do ex-ministro.

Curiosamente, as revelações de Cursini sobre o ex-ministro não foram investigadas. Ele foi preso recentemente pela Lava Jato do Rio na Operação Câmbio, Desligo – que desbaratou a maior rede de lavagem de dinheiro do país, comandada por Dario Messer.

.

 

 

.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O doleiro Marco Antônio Cursini contou à Polícia Federal, em 2007, que Márcio Thomaz Bastos mantinha na Suíça uma conta secreta chamada “Mãe”.

Cursini explicou à PF também que, além das operações do próprio Márcio Thomaz Bastos, a “conta Mãe”, no UBS Zurich, também foi usada pelo escritório de advocacia do ministro da Justiça de Lula.

Significa dizer que “conta Mãe” recebeu, via doleiro, recursos de contratos firmados pelo escritório de Thomaz Bastos.

Em 2015, a Época mostrou que o Grupo Pão de Açúcar pagou R$ 8 milhões ao escritório do ex-ministro, que repassou R$ 5,5 milhões à Consultoria Projeto, de Antonio Palocci. Tudo isso em 2010, durante a campanha de Dilma.

Uma auditoria interna do grupo varejista confirmou, posteriormente, que não houve prestação de serviço.

No ano passado, a Folha publicou que Antonio Palocci, em sua delação, teria dito que Thomaz Bastos intermediou propina de R$ 5 milhões da Camargo Corrêa a ministro do STJ, para frear a Operação Castelo de Areia – deflagrada a partir da delação de Cursini.

A matéria fala que o então ministro César Asfor Rocha concedeu, em 2010, liminar que suspendeu a operação. Semanas depois, ele decidiu pela legalidade da investigação. Rocha nega qualquer recebimento.

No julgamento pela 6a Turma, um ano depois, a ministra Maria Thereza de Assis – indicada por Thomaz Bastos – votou pela anulação da Castelo de Areia. Foi acompanhada do desembargador convocado Celso Limongi, do TJ/SP, e do desembargador convocado do TJ/CE Haroldo Rodrigues. O único voto contrário foi o do ministro Og Fernandes.

.

E esse homem foi o “ministro da justiça”.

Enfim, Palocci e Valério vem aí.

O aval do STF para que a PF possa fechar acordos de colaboração premiada devem resultar na homologação das delações de Antonio Palocci e Marcos Valério.

A “indústria das delações” continua a funcionar, apesar dos ataques de tanta “gente honesta.”

 

Link: www.oantagonista.com/brasil/exclusivo-conta-mae-de-marcio-thomaz-bastos-e-lavanderia-petista/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=NEWS-OA-2018-06-21-TARDE&utm_content=link-1&oa_umh=040499976b5bf697defac16522c8adbf&oa_news=related

 

EXCLUSIVO: A CONTA SECRETA DE MÁRCIO THOMAZ BASTOS

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s