Preço americano para proteção dos aliados vai subir.Países obedientes aos EUA terão desconto.

Por Manlio Dinucci – Voltairenet.org

[Imagem: Voltairenet-org_-_1_2_-207-5973a.jpg]

Não é só a máfia que exige um resgate em troca de sua “proteção”. “Os países ricos que protegemos – alertou o presidente Donald Trump em um discurso ameaçador no Pentágono – estão todos avisados: terão que pagar nossa proteção.”

O Presidente Trump – Bloomberg [ 1 ] – apresentará o plano “Cost Plus 50”, que fornece o seguinte critério: Os países aliados que hospedam as forças dos EUA em seu território terão que cobrir o custo total e pagar aos EUA 50 % em troca do “privilégio” de hospedá-los e, assim, ser “protegido” por eles.

O plano prevê que os países anfitriões também paguem os salários dos militares dos EUA e os custos de gerenciamento de aeronaves e navios de guerra que os Estados Unidos mantêm nesses países. A Itália deve pagar não apenas os salários de cerca de 12 mil militares dos EUA baseados em casa, mas também os custos de gerenciamento de caças F-16 e outras aeronaves desdobradas pelos EUA para Aviano e Sigonella, bem como custos da Sexta Frota com base em Gaeta. De acordo com os mesmos critérios, também devemos pagar a administração do Camp Darby, o maior arsenal americano fora da metrópole, e a manutenção das bombas nucleares dos EUA armazenadas em Aviano e Ghedi.

Não sabemos quanto os Estados Unidos pretendem pedir à Itália e aos outros países europeus que hospedam suas forças militares, já que nem sabemos quanto esses países estão pagando atualmente. Os dados são cobertos pela defesa secreta. De acordo com um estudo da Rand Corporation, os países europeus da OTAN suportam uma média de 34% dos custos das forças e bases dos EUA presentes em seus territórios. Mas não sabemos qual é o valor anual que pagam nos EUA: a única estimativa – US $ 2,5 bilhões – é de 17 anos.

O valor pago pela Itália é, portanto, também secreto. Conhecemos apenas certas posições: por exemplo, dezenas de milhões de euros para adaptar os aeroportos de Aviano e Ghedi aos caças F-35 dos EUA e as novas bombas nucleares B61-12 que os EUA começarão a implantar em 2020 e cerca de 100 milhões para a força de trabalho na Estação Aérea Naval de Sigonella, também sob a responsabilidade da Itália. 

Em Sigonella, apenas a Nas I, a zona administrativa e de lazer, é financiada exclusivamente pelos EUA, enquanto a Nas II, departamentos operacionais e, portanto, a mais cara, é financiada pela OTAN, e também pela Itália. .

Em todo caso, ele prevê – um pesquisador da Rand Corp – que com o plano “Cost Plus 50”, os custos para os aliados “subirão”. Estamos falando de um aumento de 600%. Eles serão adicionadas às despesas militares, que na Itália chegam a cerca de 70 milhões de euros por dia, com intenção de subir para cerca de 100, de acordo com os compromissos assumidos pelos governos italianos na sede da Otan.

É dinheiro público, fora de nossos bolsos, longe do investimento produtivo e dos gastos sociais. Mas é possível que a Itália possa pagar menos pelas forças e bases norte-americanas instaladas em seu território. O Plano “Custo Mais 50” prevê um “desconto de bom comportamento” para “aliados que se alinham de perto com os Estados Unidos, fazendo o que eles pedem”.

Temos certeza de que a Itália se beneficiará de um grande desconto porque, o governo, sempre permaneceu na esteira dos Estados Unidos. Ultimamente, enviando tropas e aviões de guerra para a Europa Oriental com o pretexto de conter a “ameaça russa”; e promovendo o plano dos Estados Unidos para o enterro do Tratado INF a fim de implantar na Europa, incluindo a Itália, mísseis nucleares apontando para a Rússia.

Sendo estes o alvo de uma possível retaliação, precisaremos “proteger” outras forças e bases dos EUA.Que teremos que pagar, mas sempre com o desconto.

voltairenet.org/article205598.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s