Peru: maior produtor de ouro da América Latina, pretende erradicar a mineração ilegal e começar o reflorestamento da área amazônica devastada.

Por John Quigley-Mining.com

O presidente do Peru, Martín Vizcarra. 
Foto da equipe de imprensa de Vizcarra.

O Peru deve sacudir seu sistema eleitoral e erradicar o enxerto antes da eleição de 2021 para restaurar a fé em sua liderança política após o maior escândalo de suborno do país, disse o presidente Martin Vizcarra.

O governo está pedindo que o Congresso, controlado pela oposição, debata uma série de projetos de lei com novas regras sobre financiamento de campanhas e seleção de candidatos. O Congresso tem pouco mais de um ano para aprovar as mudanças antes do próximo ciclo eleitoral para dar garantias aos eleitores consternados, disse Vizcarra em uma entrevista na sexta-feira.

“No bicentenário de nossa república em 2021, precisamos de uma democracia mais forte e maior confiança do público nas autoridades”, disse ele no avião presidencial após uma visita à região remota de Madre de Dios, na selva amazônica. As mudanças não podem esperar, ele disse.

Nesta semana, os partidos da oposição prometeram debater o seu pacote de reformas, embora tenham rejeitado prontamente a primeira proposta para reduzir a imunidade dos legisladores contra processos criminais.

Múltiplas iniciativas

Vizcarra presidiu um período de turbulência política sem precedentes depois que os últimos quatro chefes de Estado do país e o chefe da oposição foram implicados em uma vasta investigação de suborno. O último empurrão de Vizcarra segue uma campanha no ano passado para combater a corrupção no Judiciário que impulsionou sua popularidade enquanto alimentava o confronto com o Congresso.

Seu governo também está trabalhando em mudanças no sistema previdenciário para dar a mais trabalhadores acesso a um fundo de aposentadoria e manterá conversas com a oposição sobre a reforma trabalhista, em um esforço para atrair trabalhadores para fora da vasta economia informal do Peru. Vizcarra disse que o governo pode elaborar suas próprias propostas para mudar a legislação trabalhista, caso não consiga chegar a um consenso com o Congresso.

Os investidores tomaram a turbulência política em seu caminho, tranquilizados pelo histórico do país em disciplina fiscal, inflação baixa e crescimento sólido.

A confiança do investidor subjacente é a vasta riqueza mineral do país. O Peru é o segundo maior produtor de cobre e um importante fornecedor de zinco, ouro e prata. Uma nova onda de investimentos em mineração começou no ano passado após uma recuperação nos preços do cobre, com projetos da Anglo American Plc e da Aluminum Corp of China Ltd.

‘Pontos fortes e estabilidade’

Enquanto o aumento das tensões comerciais entre os EUA e a China sufocou a alta dos preços e ameaçou a maior fonte de divisas do Peru, Vizcarra disse que o crescimento econômico permanece intacto.

“Os pontos fortes e a estabilidade de nossa economia permitirão que o Peru continue crescendo bem acima da média da região”, disse ele.

A economia cresceu 4% no ano passado, a mais rápida entre as maiores economias da América Latina, com inflação de 2,2%. O Fundo Monetário Internacional espera que o produto interno bruto do Peru aumente 3,9% este ano, enquanto o governo tem meta de 4,2%.

Vizcarra falou depois de uma visita a uma área da floresta amazônica no sudeste do Peru conhecida como La Pampa. Antes o maior centro ilegal de mineração de ouro do país, o governo enviou 1.300 mil policiais para a área em fevereiro para iniciar o fechamento das operações de mineração de aluvião.

O Peru é o maior produtor de ouro da América Latina, com 2018 saídas de 145 toneladas, de acordo com o Serviço Geológico dos EUA. La Pampa produzia 25 toneladas por ano, de acordo com estimativas do governo, e a maior parte do ouro era contrabandeada através das fronteiras do Peru com a Bolívia e o Brasil.

O governo pretende erradicar toda a mineração ilegal dos 12.000 hectares que compõem La Pampa, assim como em outros lugares da região, e começar o reflorestamento.

“É um trabalho que levará vários anos, mas vamos recuperar esse vasto território para a Amazônia.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s