Por que o Deputado Luis Miranda, já tão bem sucedido em seus negócios nos EUA, decidiu participar da política brasileira? Afinal, dinheiro não seria seu problema.

Por Alexsander Hoffmann – Quora.com

  1. O próprio. Uma pessoa que ficou famosa alimentando o complexo de vira-lata de tantos brasileiros ao comparar os EUA com o Brasil e sempre “demonstrar” como o Brasil é pior que o colega norte-americano.
  2. O interesse de Luis Miranda na política brasileira. Afinal, se o sujeito vive tão bem nos EUA, a terra prometida de onde jorra leite e mel, a Pasárgada de nosso tempo, o paraíso na Terra. Se o cara gosta tanto assim dos EUA, e se dá tão bem por lá, o que diabos alguém assim pretende ao se candidatar como deputado federal? E largar tudo o que é bom para se envolver nesse emaranhado de espinhos que é a política brasileira?
  3. O povo de Brasília e resto do Distrito Federal eleger Luis Miranda. Como? E por quê? Como alguém que reside no centro-oeste do Brasil elege alguém que mora em Miami? Alguém que não está vivenciando os perrengues de quem mora no plano piloto ou nas cidades satélites? ISSO NÃO FAZ SENTIDO!

Mas lá vou eu de novo tentar explicar o inexplicável, que, na verdade, é bem óbvio.

Primeiro, Luis pode não estar tão bem de vida quanto aparenta. Uma coisa é gravar um vídeo no “melhor país do mundo” mostrando que está levando a “melhor vida do mundo”. Outra coisa é levar a melhor vida do mundo de fato. E talvez nesse vão que existe entre o mundo do YouTube e mundo real, tenha surgido o interesse do vendedor de veículos em ingressar na política brasileira.

Segundo, tem uma diferença na cobrança entre seus clientes na América do Norte e no Distrito Federal. Enquanto nos EUA, Luis Miranda tem que suar para ganhar a vida como palestrante e vendedor, como deputado sua tarefa é muito mais simples. Tudo o que ele precisa fazer é ir a algumas seções da câmara pedir por um estado menor e menos impostos. E basta. Nenhum de seus eleitores irá reclamar se ele fizer pelo menos isso.

Por último entra a questão da segurança trabalhista. Luis Miranda sem a câmara só é bom enquanto ele vende e faz palestra. Sem isso ele está arruinado. Já como deputado, ele pode ficar mais tranquilo e se livrar dessa pressão. E viver o estilo de vida que ele diz abominar: o do brasileiro assalariado acomodado e com direito à aposentadoria. Seria engraçado, se não fosse uma realidade possibilitada pelos eleitores do DF.

Ou seria um lobo de Wall Street infiltrado no Governo brasileiro?

https://pt.quora.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s