O governo Bolsonaro precisa urgentemente tirar o Brasil da era medieval e trazê-lo para 2019.

Por Cimberley Cáspio

No Peru, mais de 400 juízes foram e estão envolvidos em uma série de tramoias jurídicas em benefício próprio, e em muitos processos irregulares sempre a favor de “clientes” mai$ chegado$. Nunca, jamais a favor da justiça, e por isso estão sendo processados e demitidos. Segundo o site convoca.pe.

“O Convoca.pe construiu um banco de dados com as resoluções disciplinares aprovadas na última década pelos órgãos de controle responsáveis ​​pela revisão das ações dos magistrados dos 34 distritos judiciais do país. Do total de 747 decisões disciplinares, 57% tem a ver com processos de impeachment contra juízes por delitos graves, como a solicitação de dinheiro em troca de resolver um ato judicial em favor de um litigante, executar funções para além dos seus poderes, estabelecer ligações com um dos acusados nos processos judiciais e participar como juiz e parte em certos casos. Conheça neste relatório nossas descobertas sobre os juízes e funcionários deste Poder do Estado que hoje está na mira depois do escândalo de ‘ O Pescoço Branco do Porto.”

http://convoca.pe/investigacion/mas-de-400-jueces-fueron-sancionados-con-propuestas-de-destitucion-en-los-ultimos-10

Em primeiro lugar sou patriota e totalmente a favor da Operação Lava Jato. E claro, toda regra há exceção, e aqui, reverencio as exceções. Mas uma coisa me preocupa: voltando no tempo. Décadas antes dos ladrões de colarinho branco começarem a ir para atrás das grades, o que de irregularidade processual deve ter acontecido em desfavor dos mais pobres e necessitados em todo o Brasil. Independente da briga do site Intercept contra ex-juiz e hoje, ministro da justiça Sérgio Moro, será que esse tipo de comportamento segundo os seguidores de Lula, dito…irregular, não deve ter acontecido por um longo período anterior à Operação Lava Jato em vários tribunais de justiça do país? Será que a nossa justiça dá um banho de exemplo em relação a justiça peruana e venezuelana?

Os brasileiros pobres estão ficando cada vez mais pobres. Não há melhora da pobreza, e ainda agora com 14 milhões de desempregados. A política fracassada é a causa responsável da pobreza sem culpa? Sim. Mas e a justiça em todo esse tempo? Por que nunca se manifestou quanto o aumento da miséria no país? Eu falo manifestar de forma protagonista como agora se manifesta em favor de ladrões poderosos.

Mas o que aconteceu lá no passado? Os políticos roubavam o povo brasileiro. A justiça sabia e sempre soube disso. O que rolou nos bastidores entre política e justiça que somente enquanto o pobre era assaltado e prejudicado, tudo era silêncio?

E no Tribunal de Justiça do Amazonas? Segundo reportagem publicada no site Intercept, assinada pela repórter Nayara Felizardo, uma dinastia comanda o Tribunal com poder de mudar até as regras de concurso para favorecer familiares de juízes e desembargadores. Que mortal pode contra isso?

O que podemos observar é que os poderes foram tomados, não pertencem mais ao povo. Se tornaram um misto de instituição pública com empresa privada. E sendo assim, que tipo de justiça pode vir de um lugar desse? E o que é pior, toda essa irregularidade mantida pelo sacrifício do povo brasileiro.

As instituições públicas deveriam, deveriam pertencer ao povo brasileiro, mas infelizmente não mais pertencem. E ai do pobre se não suportar e não continuar pagando as irregularidades com os impostos do seu sacrifício.

Espero muito, muito mesmo, que o governo Bolsonaro possa devolver o Brasil ao seu povo, resgatá-lo urgentemente da era medieval e trazê-lo para 2019, e que os que tomaram posse de instituições públicas e hoje se consideram como proprietários das mesmas, possam ser removidos, e brasileiros genuínos assumam seus lugares e trabalhem em prol do povo, principalmente os mais pobres, suas famílias e crianças, essas, as mais vulneráveis. E que cada brasileiro, cada um, vítima desse roubo colossal, receba ações ordinárias como reparação por danos morais e materiais de todas as empresas que de alguma forma apoiou ou participou desse crime por décadas contra o Brasil, contra a população brasileira, roubo que a justiça medieval sabia que estava sendo praticado em todo esse tempo e não se manifestou. Por quê?

Que o Senhor Deus abençoe o Brasil, o presidente da República, o ministro Sérgio Moro e o procurador de justiça Deltan Dalla­gnol.

https://theintercept.com/2019/07/01/nepotismo-tribunal-justica-amazonas/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s