Terrorismo ambiental: os autores das queimadas na floresta amazônica devem ser presos e indiciados na Lei de Segurança Nacional.

Por Cimberley Cáspio

O presidente Bolsonaro vem sofrendo um ataque violento da Organização Criminosa aparelhada no sistema, e isso vem ocorrendo desde a campanha presidencial em 2018. Pra oposição a campanha ainda não acabou e tudo farão para remover Bolsonaro da presidência da República usando todos os meios, e se puderem, vão matá-lo.

E nesse ódio, não há limites para atacá-lo. Seja diretamente ou indiretamente. E as queimadas na floresta amazônica não deixa também de ser um ataque pessoal direto ao presidente, a fim de criar problemas externos e prejudicar a governabilidade, relações internacionais e a economia brasileira. É guerra aberta e pra valer.

Claro que o objetivo do comércio é o lucro, mas, não acredito que fazendeiros patriotas estejam ateando fogo na floresta amazônica como estamos assistindo. Não acredito que fazendeiros sejam irresponsáveis a ponto de atear fogo de forma incontrolável e sem nenhum sentimento a vida animal e humana que possa ser vítima dessa ação.

O agronegócio é comércio, normal, porém uma ação dessa natureza, não consigo associar. Desmatar sim, se necessário, mas de forma controlada e preservando vidas envolvidas que possam vir a ser prejudicadas.

E o que estamos assistindo em relação a queimadas na floresta amazônica são ações insanas de políticas antipatrióticas. É algo como uma espécie de pensamentos como por exemplo, “estamos revoltados e vamos queimar tudo”. E quem está revoltado para querer assassinar a biologia do pulmão do mundo? E por que tal revolta?

Que eu saiba, o governo federal não liberou e nem autorizou queimadas indiscriminadas na floresta amazônica. E como venho acompanhando, os governos estaduais das regiões atingidas do mesmo modo não estão se manifestando contra isso. Estão deixando o circo pegar fogo, quer dizer, a floresta; não estão investigando a ação criminosa e permitindo que a culpa recaia sobre o governo federal.

Quem são os autores desse crime ambiental? A quem estão ligados? É o momento pra Polícia Federal entrar no caso, encontrar os criminosos e saber de suas ligações e envolvimentos.

Como eleitor de Bolsonaro, não acredito que o presidente abriu a porteira e provocou o estouro da boiada para destruir a floresta amazônica, o que seria um suicídio político nacional e internacional. Bolsonaro não é suicida, pelo contrário, assim como eu, é totalmente a favor da vida. Mas uma guerra brutal contra ele e contra o Brasil está se alastrando e os traidores da Pátria são obstinados e inconsequentes. E tal ação só pode ser caracterizada como terrorismo ambiental. E os responsáveis devem ser presos e indiciados na Lei de Segurança Nacional.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s