A lei pede socorro ao povo brasileiro.

Por Cimberley Cáspio

Resultado de imagem para Foto: câes selvagens atacando a presa

Uma matilha selvagem está destroçando a lei brasileira. Depois que a Operação Lava Jato prendeu ladrões de colarinho branco e investiga outros, cães selvagens trabalham diuturnamente para destruir o Código de Lei do Brasil. E o único socorro só pode vir da população brasileira.

A lei brasileira foi sequestrada e agora refém da matilha, está sendo devorada. Ainda não está morta, mas está bastante ferida, porém através da força popular ainda pode ser salva.

Nunca se imaginou que a lei pudesse ser vítima de um ataque feroz e mortal por parte daqueles que deveriam tê-la como guardiões, como limite das ações e se nortearem segundo seus artigos. Mas o contrário aconteceu e acontece de forma escancarada e sem máscara.

A guerra está em andamento e a estratégia está em atacar a lei de forma impiedosa. E uma ação de proteção e apoio popular precisa contra-atacar a matilha com o mesmo ímpeto, a mesma força.

Se a lei for destruída, a escuridão se fechará sobre o país, e os que fazem não medem consequências que não seja se manterem em seus castelos de luxo, mordomias, poder, e o máximo de distância da cadeia. E como cães selvagens não medem esforços para destruir a Constituição e o Código Penal Brasileiro.

A lei, o Santo Graal da justiça, é a presa preciosa que os predadores se apoderaram, e precisa ser resgatada a todo custo pelos legalistas e patriotas. Se no passado fomos colônia de Portugal, não podemos permitir que maus brasileiros retrocedam o país às capitanias hereditárias. Mas se matarem a lei, jamais sairemos do sistema colonial. Se matarem a lei, levarão juntos a honra, o respeito, a moral e a honestidade como princípios básicos da família e da cidadania. Se consolidando a vitória do valor invertido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s