Por que dificultar a comunicação e o entendimento ao público? Aos mais simples? Segregação seria a resposta?

Por Cimberley Cáspio

Resultado de imagem para Foto: a receita do médico que ninguém entende"

Por que o Congresso Nacional, Poder Executivo e Judiciário se comunicam publicamente com palavras difíceis? Qual o objetivo de manter uma forma de falar ao público, que não se entende? Se para os mais letrados, algumas notícias ou notas são difíceis de entender, imagina os de cultura mais simples. O povão.

Claro que isso é um fato antigo. Podemos dizer, quase que uma instituição. Ou podemos dizer, a instituição das palavras criptografadas, palavras essas que é preciso descriptografar para que se possa entender.

Compreensível quando tem a ver com membros do círculo, da corporação ou do grupo específico, mas quando é dirigido à imprensa, é dirigido ao público em geral, e palavras criptografadas não dão pra aceitar.

A justiça é pior. Quanto as notícias, notas e sentenças, se faz necessário recorrer ao dicionário ou a um tradutor. O latim então, caramba! Por que latim? Não falamos latim, falamos o português.

E a receita do médico? O papel não é entregue ao paciente? Então por que criptografar o que está escrevendo? Mas o povo não esquenta porque sabe que o farmacêutico vai traduzir o que o médico escreveu. Já é tradição.

Por que isso? Qual seria então o papel e o objetivo da instituição da criptografia nas comunicações à imprensa, ao público? Segregação? Classe superior e classe inferior? Se falo palavras que você não entende, sou superior a você; e se você não entende as palavras que falo, ou escrevo, você é inferior a mim? É isso?

Todos dependem de todos, ricos ou pobres, se não diretamente, indiretamente.

Políticos e juízes vivem do dinheiro do povo brasileiro, médicos vivem de recursos privados e públicos, entre eles, pacientes pobres, das classe mais humildes, e o SUS. Ninguém consegue viver se outro não der suporte, isso não existe. Então se não é autossustentável, não é superior. Então por que manter a criptografia e dificultar o entendimento das palavras? Poder e Status social não significa ter a criptografia das palavras e da escrita como marca registrada.

E até quando teremos que aguentar, suportar e ter paciência com a criptografia dos bobos?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s