Israel, a eterna trincheira.

Por Cimberley Cáspio

Resultado de imagem para Foto: soldados israelenses em trincheiras"
Imagem: Times of Israel

O povo judeu quer a paz, ou não quer? O povo palestino quer a paz, ou não quer? É como se o esporte preferido no Oriente Médio fosse a guerra. E historicamente qualquer situação de diálogo fracassa. Todo aperto de mão é apenas temporário, e em instantes, as armas voltam a ocupar as mãos que antes se cumprimentaram em acordos mais do que nuvens passageiras.

Por outro lado é claro que as agências de informação e contrainformação não vê obstáculos se tiver que jogar sujo para que o objetivo da missão seja alcançado, e nesse caso, o Mossad, olhos e ouvidos de Israel, dança conforme for o ritmo da música, seja qual for o povo e o país, enquanto as escaramuças acontecem ao mesmo tempo dos ataques recebidos e dirigidos.

A paz e a segurança é sentida somente atrás da muralhas militares do Exército Israelense, ou de países amigos, como o Brasil por exemplo, onde o israelense pode circular e desenvolver normalmente assim como os nativos, pois em países não alinhados com a política de Israel, até a presença de um israelense é perigosa a sua própria segurança.

E o mais incrível é que o povo judeu é um povo de cultura, inteligência e sagacidade elevada, mas nem isso é suficiente para se costurar um acordo permanente com seus opositores. Onde estão errando? Nas palavras, ou nas ações? Difícil chegar ao ponto de equilíbrio.

Quanto ao povo palestino, que também é ranheta, ainda estou na dúvida se são descendentes dos filisteus ou samaritanos, da mesma forma, são intolerantes em matéria de acordo. E nessa briga de família, países ao redor também se intrometem aumentando o combustível da violência, onde a guerra se torna o único meio de se sobreviver.

Ninguém quer abrir mão, porém milhões e bilhões de dólares são gastos com armamentos, independente de se querer saber da necessidade dos mais pobres e frágeis, em um lugar em que conseguir uma arma é muito mais fácil do que um prato de comida ou um copo d’água, mais específico no lado palestino.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s