Ao ver o que estamos vendo, fica a pergunta: então o flagelo da seca nordestina por décadas, foi provocado? Não foi uma ação natural?

Por Cimberley Cáspio

A seca é uma ação natural. Mas o flagelo, a miséria pode ter sido provocada, ou não?

O momento em que o prefeito João Bosco Nonato, da cidade de Uiraúna-Paraíba, coloca R$ 25.000 em sua cueca /Poder360

Nos dias de hoje, a história do flagelo da fome no nordeste tem sido amenizada de forma acentuada, mas ainda em alguns rincões do sertão, o sofrimento ainda é visto e percebido de forma localizada. Mas, por décadas e décadas, fomos testemunhas da tragédia humana e animal que ocorria todos os anos no interior da região nordestina.

Bosco Fernandes saindo do Hotel “Vó Itá”, em Sousa (PB), com um volume elevado do lado esquerdo de sua calça provocado pelo acondicionamento do dinheiro da propina- Reprodução/ Poder360

Voluntários do país inteiro se mobilizavam em ações de ajuda as vítimas da seca, incentivados e emocionados por divulgações em jornais e televisão da época. As cenas de sofrimento eram fortes, e o empenho popular em ajudar era grande.

A culpa era toda centralizada no clima e na miséria, que foram as causas de morte, separação, migração e destruição de milhares de famílias pobres.

O ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho foi preso ao voltar da Europa na 6ª feira (20.dez). No sábado (21.dez) foi solto. Ele é alvo da 7ª fase da operação Calvário – acusado de roubar milhões da saúde e educação do estado.

Enquanto as doações iam chegando de várias partes do país, para o terror de muitos, ainda havia o desvio, roubo dessas doações, para serem distribuídas a simpatizantes de políticos locais. E quem não tinha a tal “simpatia política” ficava sem os mantimentos.

A miséria nordestina produzida pelos políticos, quer dizer, pela seca, gerou a fuga de milhares de retirantes para cidades que pudessem lhe dar melhores condições de vida, onde muitos nordestinos se sujeitavam ao subemprego sofrendo humilhação e discriminação, claro que com as devidas exceções.

Imagem relacionada

E diante da fuga dos pobres, políticos e famílias poderosas locais, ficavam mais ricos ao tomarem posse das terras e animais dos infelizes proprietários, que aterrorizados pelo problema, eram pressionados a venderem seus bens por um preço muito, mas muito abaixo do valor comercial.

Mas em momento algum faltavam verbas federais de ajuda aos estados nordestinos, porém grande parte dessa ajuda nunca chegava a quem verdadeiramente precisava. E como as verbas federais também eram roubadas, o caminho do dinheiro do pobre, seguia direto para famílias tradicionais tornando-as mais ricas e poderosas em detrimento dos que sofriam e morriam pela fome e pela sede.

Imagem relacionada

E hoje, graças as investigações da Lava-Jato, sabemos quem são os verdadeiros culpados que por décadas de flagelo da fome no nordeste, de forma contínua e sem misericórdia mantiveram e ainda mantém a prática hedionda desses crimes com apoio corporativo inclusive da justiça. E cria uma suspeita:

Brasília e muitas outras cidades foram erguidas pela mão de obra nordestina durante as décadas de flagelo da seca. Muitas famílias ricas e poderosas, e também de classe média, aproveitaram a miséria nordestina para exploração do serviço doméstico.

Havia na época alguma conspiração ou acordo obscuro do governo federal com governadores dos estados do nordeste em relação a isso? Digo, a escravidão não mais existia. A seca seria uma oportunidade para se criar uma situação alternativa a fim de provocar mão de obra a ser usada em outros estados da federação? No Sul e Sudeste o povo era mais esclarecido e não aceitariam a exploração. No Norte e Centro-Oeste faltava gente para mão de obra nos grandes empreendimentos. O flagelo da seca seria então uma situação provocada? Estranho a posição dos governos da União da época durante o sofrimento infligido pela seca. Por décadas nunca interviram na região com forças federais, auditoria da Receita Federal, Procuradoria Geral da República, TCU, etc, de forma radical para estancar, e se não acabar, diminuir o sofrimento das vítimas, seja através de investigação e até prisão, não, isso nunca aconteceu. Mas agora está acontecendo.

Fica a pergunta: o flagelo da seca então foi provocado? Pelo que estamos acompanhando pela Lava-Jato, é muito possível. E se comprovado, podem ser condenados por crimes contra a humanidade?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s