À primeira vista, transportar o ouro é prioridade maior. Vidas humanas são descartáveis.

Por Elena Mazneva – mining.com – editado p/Cimberley Cáspio

Voo de carga. 
Imagem conservada em estoque.

Os fornecedores de ouro estão negociando o uso de voos fretados ou de carga para transportar o metal precioso, que geralmente circula pelo mundo em aviões comerciais e fica retido enquanto as viagens globais param.

O mercado global de ouro foi agitado pelo surto de coronavírus. A logística está se tornando cada vez mais difícil e algumas refinarias importantes foram forçadas a fechar, tudo em um momento em que a demanda por ouro está aumentando. Uma importante refinaria sul-africana disse na quinta-feira que teve de parar de embarcar para Londres.

A London Bullion Market Association, que representa os participantes do mercado de ouro, disse que a capacidade de refino não é um problema – há fábricas com facilidade suficiente ainda operando para atender à demanda. No entanto, o grupo está procurando maneiras de resolver os problemas de logística e está investigando a possibilidade de permitir a entrega global fora de Londres.

“A LBMA está confiante de que existe mais do que suficiente capacidade global de refino”, afirmou em comunicado divulgado durante a noite. “Os refinadores e outros participantes do mercado estão envolvidos ativamente com empresas de logística para superar as restrições de viagens e garantir o movimento físico do metal por meio de, por exemplo, voos fretados ou de carga”.

As interrupções nas cadeias de suprimentos de ouro se combinaram com a crescente demanda pelo refúgio tradicional para elevar os preços. O ouro à vista está em busca de seu maior ganho semanal desde 2008.

No início desta semana, a incerteza sobre se havia ouro suficiente disponível em Nova York para cumprir os contratos da Comex levou o spread com os preços spot de Londres ao mais alto em quatro décadas.

Embora o aperto no Comex possa estar diminuindo em meio a sinais de que os investidores estão lançando contratos de abril para junho, as restrições ao transporte de ouro permanecem em vigor. Alguns atacadistas e revendedores disseram que estão ficando sem metal e a Rand Refinery Ltd., da África do Sul, está explorando planos de backup e medidas alternativas para cumprir seus compromissos de entrega ao mercado de ouro de Londres depois que os vôos comerciais secaram.

“As manchetes popularizaram as preocupações com a capacidade de comprar e entregar ouro físico resultando na explosão dos spreads”, disse a RBC Capital Markets em nota. “Essas preocupações são, de várias maneiras, justificadas, mais ainda se começarmos a ver paradas mais completas em toda a cadeia de suprimentos”.

Para ter certeza, os estoques de ouro em Londres permanecem saudáveis ​​com mais de 8.000 toneladas, com base nos últimos números publicados, informou o LBMA. Embora o grupo não tenha elaborado quais locais ele pode considerar para possíveis entregas fora de Londres, Nova York – outro importante centro de ouro – pode ser uma opção óbvia.

Na Suíça, três refinarias importantes fecharam depois que o cantão de Ticino ordenou que todas as atividades não essenciais parassem. A Argor-Heraeus SA fechou até 5 de abril, enquanto a refinaria do Valcambi SA e da MKS PAMP Group em Ticino fechou formalmente suas portas até este domingo, após um decreto local.

A LBMA disse que possui 72 refinarias de ouro credenciadas localizadas em 31 países, e as plantas ainda em operação estão “prontas e capazes de acomodar as necessidades do setor”.

Nota do editor: com ajuda de governos, claro, não medirão esforços para que o ouro e outros metais preciosos cheguem ao destino. Sempre haverá dinheiro e empresas dispostas a atender. Mas se há a mesma necessidade de transporte em relação a vidas humanas, as dificuldades e barreiras são tão altas quanto as grandes cordilheiras. Como a vida humana chegou a um valor comparado a lixo.

Gold stranded by coronavirus may travel on chartered flights

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s