Mesmo com estoques altos, postos de gasolina aumentam o preço do litro em até R$ 0,50. Suicídio comercial ou receberam ordens do topo da pirâmide?

Por Blog do Vicente – Correio Braziliense

gasolina
FOTO: MINERVINO JUNIOR/CB/D.A PRESS

Apesar dos estoques elevados, já que o consumo está cerca de 50% abaixo do normal, os postos se anteciparam ao reajuste de 12% anunciado pelo Petrobras nas refinarias e aumentaram os preços da gasolina nas bombas. No Distrito Federal, a alta variou entre R$ 0,10 e R$ 0,50.

Segundo gerentes de postos, houve uma determinação para que os valores nas bombas fossem atualizados, na expectativa de liberação do comércio no Distrito Federal na segunda-feira, 11 de maio. Mas a medida foi adiada para o dia 18, para que o governo do DF tenha mais segurança em relação aos rumos da covid-19.

“Estávamos esperando um salto no movimento a partir da próxima semana, mas teremos que esperar mais alguns dias”, diz um gerente. “De qualquer forma, ajustamos os preços nas bombas, uma vez que a Petrobras avisou que cobraria mais caro nas refinarias. O momento é de elevar as margens de lucro”, acrescenta.

No Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), o litro a gasolina passou de R$ 3,299 para R$ 3,799. No Guará, às margens da EPTG, a via mais movimentada da capital do país, o litro do combustível subiu de R$ 3,199 para R$ 3,399. Em Águas Claras, também às margens da EPTG, a gasolina foi de R$ 3,299 para R$ 3,399.

Queixas

Os motoristas reclamam da pressa dos postos em reajustar os preços da gasolina. “Não há demanda. Os estabelecimentos estão sempre vazios. Esse movimento só confirma a ganância dos donos de postos”, afirma Luiz Gustavo Santos, 37 anos, motorista de transporte por aplicativo.

Pelos cálculos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os preços do litro da gasolina caíram, na média, 9,31% em abril, fator determinante para jogar a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para baixo.

Os especialistas acreditam que, à medida que a economia for voltando à normalidade, a tendência será de que os preços da gasolina nas bombas voltem para mais próximo dos R$ 4.

Nota do editor: a verdade é que há brasileiros que odeiam esse país, e continuarão no objetivo de destruí-lo por completo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s