5 grandes tempestades se formam ao mesmo tempo no Atlântico pela 2ª vez na história e ameaçam EUA

Por BBC

Imagem dos fenômenos registrada por satélite
Centro Nacional de Furacões dos EUA – Desde 1971 não eram registrados cinco ciclones tropicais ativos ao mesmo tempo

Todos os anos, nesta mesma época, meteorologistas começam a estimar como será a temporada de furacões e tempestades tropicais que afetarão principalmente a América do Norte e o Caribe.

E como se não faltasse mais nada em 2020, pela segunda vez na história, cinco ciclones tropicais simultaneamente ativos foram detectados no oceano Atlântico.

A última vez que um fenômeno semelhante ocorreu foi em 1971, quando o mesmo número de tempestades tropicais foi registrado no Atlântico ao mesmo tempo.

De acordo com o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, por sua sigla em inglês), as formações são o furacão Paulette, o furacão Sally, as tempestades tropicais Teddy e Vicky e a depressão tropical René (que desaparecerá nas próximas horas).

Enquanto o furacão Paulette passa pelas Bahamas, o Sally está prestes a entrar nos EUA, entre os Estados de Louisiana e Mississippi.

Policial americano em barreira montada para orientar moradores
GETTY IMAGES – Autoridades americanas se preparam para a chegada do furacão Sally

Três direções

No momento, os cinco ciclones podem seguir em direções diferentes, tanto nos Estados Unidos quanto em algumas ilhas do Caribe.

Segundo o NHC, a passagem do furacão Paulette pelas Bahamas “pode ​​colocar a vida das pessoas em perigo”.

“As marés produzidas pelo Paulette estão afetando parte das Ilhas Leeward, Grandes Antilhas, Bahamas e Estados Unidos. Essas maré podem causar ondas que colocam em risco a vida de quem habita essas áreas”, explicou o NHC em nota.

Esse alerta se soma ao do furacão Sally, que entraria nos Estados Unidos ao longo da costa sul e que o NHC pediu uma observação cuidadosa não só em sua rota, mas principalmente no efeito dos ventos nas áreas por onde ele passará.

No entanto, o NHC observou que as tempestades tropicais Teddy e Vicky e a depressão tropical René, em seu estado atual, não representam um perigo para essa região do planeta.

Ao mesmo tempo, “é preciso ter em mente que tradicionalmente as temporadas de furacões trazem três grandes furacões. Ainda estamos em setembro e já temos pelo menos oito (em 2020)”, diz Dale.

“É uma situação para monitorar e investigar, para prevenir com mais rigor os danos causados ​​por esses fenômenos”.

Desgraça pouca é bobagem.

Homem parafusando madeira para proteger imóvel nos EUA
GETTY IMAGES – Pessoas que vivem nas áreas costeiras no sul dos Estados Unidos preparam suas casas para a chegada do furacão Sally

https://www.bbc.com/portuguese/geral-54169836

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s